A administração científica no arsenal de Watertown

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A administração científica no arsenal de Watertown

Mensagem  Laura em Qua Out 01, 2008 7:27 pm

Umas das primeiras aplicações dos princípios de Taylor foi feita pelo exército americano antes da primeira Guerra Mundial.
O General William Crozier era o reponsável pelas armas e suprimentos militares e queria usar os princípios da Administração Científica nas indústrias de munições e no arsenal de Watertown, onde se produzia e armazenava armas. Crozier contratou consultores para introduzir as novas técnicas científicas de administração, que identificaram 24 causas de ineficiência e desempenho precário, como falta de sistema adequado de suprimentos, alterações administrativas, falta de cordenação do trabalho em diferentes locais, ferramentas inapropriada, tempo perdido em trocas e reparos de máquinas,atrasos na busca de materiais, custo adicionais de transporte entre locais e inabilidade de utilizar máquinas e ferramentas. Crozier contratou Carl Barth, um seguidor de Taylor, para conduzir as mudanças no Arsenal. Barthanalisou as práticas existentes, as maneiras de melhorá-las, padronizou as melhorias, introduziu prêmios aos operários e implementou os novos métodos na base dos estudos de tempos.
Inicialmente, as mudanças foram bem recebidas pelos operários, que pareciam interessados nos prêmios de produção. Crozier ressaltou a enorme economia e os benefícios aos trabalhadores. Após três meses, Crozier tentou estender o sistema à fundição, mas encontrou forte resistência. Os trabalhadores argumentavam que as novas técnicas eram uma ameaça aos seus trabalhos. E organizaram uma greve, os sindicatos se envolveram, pois perceberam a tentativa de impor restrições à liberdade dos operários e reduzir os salários. Os congresistas americanos começaram a avaliar o sistema.
Crozier verificou que o sistema de Taylor havia aumentado os salários em 25%. As economias do Arsenal foram de US$240.000. O custo de produção de um plugue para uma carruagem hidráulicade canhão foi reduzido de 25 centavos para 7 centavos e o custo de produção de carruagens de morteiros em 35%. Em 1914, quando estourou a Primeira Guerra Mundial, a demanda por armamentos americanos aumentou e a produtividade na manufatura de armas tornou-se fundamental. Quando os Estados Unidos entraram na Guerra em 1917, os princípios de Taylor eram intensamente utilizados na indústria e no exército.
A introduçaõ da Administração Científica no Arsenal foi criticada pela rapidez e pela falta de comunicação com os trabalhadores envolvidos. Hoje, verifica-se que a preparação do exército americano para a participaçao na Primeira Guerra Mundial foi fundamental graças à persistência e visão de um general na sua cruzada pela eficiência, apesar da cerrada oposição e das críticas intensas.

Laura

Mensagens: 33
Data de inscrição: 09/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A administração científica no arsenal de Watertown

Mensagem  Laura em Qui Out 02, 2008 3:07 pm

Revoltas e greves são coisas esperadas quando se faz grandes mudanças. É quase impossível agradar a todos. Tirando esse pequeno problema, os prós são muito mais relevantes, tanto que o EU é hoje uma potência, em grande parte, graças a Teorias de Taylor.

Laura

Mensagens: 33
Data de inscrição: 09/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A administração científica no arsenal de Watertown

Mensagem  Helder em Qui Out 02, 2008 5:33 pm

Então Laura, eu discordo com você quando diz que revoltas e greves são esperadas. Quando Crozier implantou o sistema, em um setor da empresa houve um bom resultado, a economia aumentou e os salários também, eu acho que Crozier não esperava essa Revolta por parte dos operários da fundição, justamente pelo "bom" resultado no outro setor, deve ter ficado surpreso mesmo. Eu acho que foi nesse momento histórico que as teorias de Taylor começaram a retroceder em sua eficiência, meio que descobriram o "podre" do excelente sistema do pai Taylor. Mas vendo o momento histórico, houve sucesso sim, conseguiram criar mais armas do que todo o mundo, vendeu a rodo, e saiu o maior vencedor da guerra, a nação rica e "prospera" graças as muitas mortes que suas armas proporcionaram. Eu acho esse estudo um pouco complicado de analisar, se vemos somente o lado do resultado obtido ou se focamos na revolta do pessoal. No mais tá ai minha opinião.

Helder

Mensagens: 24
Data de inscrição: 07/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A administração científica no arsenal de Watertown

Mensagem  Joyce em Qui Out 02, 2008 6:37 pm

Eu concordo com o Helder! Eu acho que os Princípios da Administração Científica trazem resultados super positivos, como aumento na produtividade e maior eficiência, isso pode ser visto no arsenal apesar da resistência. Eu acho que o motivo da resistência está relacionado ao que Taylor diz: " a implantação da Administração Científica deve ser gradual e obedecer a um período de 4 a 5 anos para evitar alterações bruscas que causem descontentamento por parte dos empregados" e ao "engano disseminado entre os trabalhadores de que o maior rendimento do homem e da máquina provoca desemprego" (Livro Chiavenato - Segundo período de Taylor).

Joyce

Mensagens: 26
Data de inscrição: 11/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A administração científica no arsenal de Watertown

Mensagem  Túlio Barbosa de Medeiros em Qui Out 02, 2008 9:39 pm

Concordo em gênero, número e grau com a Joyce e com o Helder. Faço das palavras deles as minhas. Lembrando que revoltas e greves podem ser previstas quando se faz grandes mudanças, mas nunca esperadas.

Túlio Barbosa de Medeiros

Mensagens: 20
Data de inscrição: 10/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A administração científica no arsenal de Watertown

Mensagem  Laura em Qui Out 02, 2008 9:52 pm

Eu não acho "podre" as teorias de Taylor!!!
Os resultados da implantação de suas teorias foi muito satisfatório!!
Eu disse somente que ele não esperava agradar a todos. E gente para criticar encontra-se em qulaquer lugar. Tanto que não foram comprovadas as criticas a Taylor
Se uma parte dos operários não se revoltou não significa que os outros não iram também!!!
Só minha opinião!!!

Laura

Mensagens: 33
Data de inscrição: 09/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum